sexta-feira, 4 de novembro de 2011

O mundo ao avesso

A face da Justiça, no mundo ao Avesso


Eduardo Galeano escreveu certa vez que o mundo estava de pernas para o ar. Acho que mais do que nunca, ele o está.

****ENEM 2011: ninguém pensou em cassar a licença da escola que violou provas federais para melhorar a classificação de seus alunos para fazer publicidade com os resultados e assim atrair mais alunos e aumentar o lucro: ética? Menos ainda chamar as falas o bandido, professor, da Escola Christus, até o nome dele saiu nos jornais; pior, o primeiro passo da justiça foi querer cancelar todo o exame, depois só as questões que vasaram, mas de todos, e assim puni-se exemplarmente aqueles que nada fizeram e participaram honestamente da prova. Estes que deveriam ser punidos, segundo a 'Justiça' do Ceará: os honestos.

A mídia, claro, livre para defender sues interesses, enxerga o ENEM como Haddad, candidato à prefeitura de São Paulo que não o é de sua escolha, logo, fogo nele e no ENEN. Quanto mais injustiça para cancelar o trabalho de estudo de milhões de estudantes, melhor.

O mundo ao avesso, na escola do crime organizado pela Mídia, pelos magistrados da elite e pelos partidos que defendem o pacto calonial, ainda.

3 comentários:

  1. Infelizmente no Brasil é assim que a coisa funciona puni os inocentes e glorificam os bandidos.

    ResponderExcluir
  2. si. tirando a burocracia, blz. e tu, meu bróder?

    ResponderExcluir